18 de jun de 2012

BALANCE CAPIXABA 18/06/2012


BALANCCAPIXAB18/06/2012
Candidato do PMDB enfrenta dificuldades para se
viabilizar na disputa - José Rabelo
À medida que os partidos se aproximam da reta final para definir as alianças e chapas para a disputa, fica mais difícil para o deputado federal Lelo Coimbra viabilizar sua candidatura a prefeito de Vitória pelo PMDB. As declarações de alguns dos principais medalhões do partido, que põem em xeque a candidatura de Lelo, são indícios fortes de que há poucas chances para Lelo encabeçar a chapa pelo partido.
É verdade que algumas das principais lideranças do PMDB que marcaram presença, nesse domingo (17), ao lançamento da candidatura do deputado estadual Marcelo Santos (PMDB) a prefeito de Cariacica, dividiram suas opiniões sobre as chances de o candidato ser ou não viável. A vice-presidente da Câmara dos Deputados, Rose de Freitas (PMDB), por exemplo, ratificou sua posição de apoiar o candidato do PSDB a prefeito de Vitória, Luiz Paulo Vellozo Lucas.>>>Leia mais 
Políticos lançam mão de manobra jurídica para afastar ‘dor de cabeça’ durante eleições
Os candidatos com pendências na Justiça estão “travando” as ações antes de correr atrás do voto dos eleitores. A estratégia de prefeitos e ex-prefeitos denunciados por improbidade de ajuizar pedidos de suspeição contra os juízes de 1ª instância tem o efeito prático de restringir o andamento dos processos. Com a regulamentação da “Lei da Ficha Limpa”, a medida também evita condenações em órgãos colegiados – e a possibilidade de perda dos direitos políticos –antes do encerramento das eleições municipais.>>>Leia mais
Governo do Estado encerra relação com acusada de fraudes em Presidente Kennedy
Na véspera de completar dois meses da deflagração da “Operação Lee Oswald”, o governo do Estado decretou um ponto final na relação com a empresa Pulizie Itália Serviços Gerais Ltda, uma das acusadas de participação nas fraudes em licitações em Presidente Kennedy. Foi publicada nesta segunda-feira (18) a oficialização da rescisão de dois acordos que a empresa mantinha na Secretaria de Planejamento. Os atos são assinados pelo titular da pasta, Guilherme Henrique Pereira, e valem desde o início do mês.>>>Leia mais
Mineradora investirá R$ 1,7 bilhão em novo porto em Linhares
Serão gerados 1.200 empregos durante as obras e mais 320 vagas diretas e 850 indiretas na operação dos terminais, a partir de 2016
O grupo Manabi, do setor de mineração e logística, vai construir o Porto Norte Capixaba, no município de Linhares. O protocolo de intenções entre a empresa, Estado e município foi assinado nesta segunda-feira (18), no Palácio Anchieta.
O investimento para construção do Porto Norte Capixaba será de aproximadamente R$ 1,75 bilhão, com geração de 1.200 empregos durante as obras e mais 320 vagas diretas e 850 indiretas na operação dos terminais, que deve ser iniciada em 2016.>>>Leia mais
É idoso? Não queremos, dizem planos de saúde
Operadoras fazem de tudo para não ficar com o cliente
As operadoras de planos de saúde estão dificultando a vida de quem tem mais de 59 anos e deseja contratar um plano pela primeira vez. Preços altos, exigências absurdas e até "enrolação" são algumas das estratégias utilizadas para fazer os clientes idosos desistirem de fechar contratos, revelam corretores de planos da Grande Vitória. Desde 2004, o reajuste dos planos por faixa etária, após os 59 anos, é proibido, o que parece ter tornado esses contratos desinteressantes para as operadoras.
Simulando o interesse na contratação de cobertura para um idoso, um jornalista conversou com três corretores, de empresas diferentes e que comercializam todos os tipos de planos. Todos fazem questão de dizer que as principais operadoras do mercado – Unimed, São Bernardo, PHS, SM Saúde e Golden Cross são citadas – evitam esses clientes. "Eles não querem pessoas acima de 59 anos. Vou logo abrir o jogo para você", diz um deles.>>>Leia mais

A ÚNICA ESPERANÇA É A MUDANÇA



Na ideologia da política representativa Capixaba esta cada vez mais difícil encontrarmos parâmetros de referencia, e essa situação se agrava quando trazemos o foco para as câmaras municipais espalhadas por esse Brasil afora. 


Carecemos de políticos que defendam os bons princípios e a ética como um todo. Atualmente dispomos de representantes que sofrem de miopia para a elaboração de novos projetos legislativos, e quando esses acorrem são propostas simplórias, individualistas e cheias de segundas intenções, com objetivos outros, não o de beneficiar seus representados.


Pior ainda é a constatação que esses maus exemplos partem dos políticos “da velha guarda”, aqueles que teimam em perpetuarem-se no poder, aqueles que já não dispõe mais de artifícios para promoverem inovações, transformaram-se em políticos de carreira, melhor dizendo, em fim de carreira.


Para comprovar vou além, e desafio-os a puxarem pela memória qual o legado que os nossos atuais representantes deixarão quando finalmente não existirem possibilidades (eu particularmente já não as vejo) para esses senhores se sustentarem como nossos representantes? O que esses senhores quando finalmente se aposentarem poderão dizer que fizeram de útil em prol da sociedade canela verde que justificou as suas intermináveis re-eleições? Qual foi o mérito que houve? Com muita boa vontade ainda assim daria para contar nos dedos o que esses senhores fizeram de bom ao longo de seus mandatos, lembro ainda que, cada mandato são quatro anos, e a maioria dos atuais, já estiveram a vereança por mais de um mandato, há aqueles que acumulam mais de três, totalizando doze anos de desserviço à comunidade.


Essas rajadas de absurdos deixa-nos cada vez mais incrédulos, estamos sendo estrategicamente nocauteados por este sentimento de impotência.


Nada poderemos fazer para corrigir aqueles votos que confiamos aos candidatos nas eleições anteriores, aqueles foram votos perdidos, porém, podemos fazer muito com o voto que ainda vamos depositar nas próximas eleições.


Precisamos acertar nas nossas próximas escolhas, o nosso, e o futuro de muitos que queremos bem dependerá dessa nossa escolha.


Não é tão difícil quanto aparenta ser, basta exercermos a nossa cidadania com responsabilidade, e para isso precisaremos rever nossos antigos critérios de avaliação, vamos observar com carinho os nomes que teremos à nossa disposição, vamos escolher aqueles que possam realmente provocar as mudanças que precisamos, sem compromissos partidários mesquinhos, sem apadrinhamentos, e principalmente, nunca, jamais, vender voto.

Deixemos os ruins de lado, e vamos acreditar num futuro melhor para todos, e seguirmos confiantes de que: AINDA HÁ ESPERANÇA

Não é possível enganar o povo todo o tempo...

"É possível enganar parte do povo, todo tempo; é possível enganar parte do tempo, todo povo; jamais se enganará todo povo, todo tempo."

Abraham Lincoln, presidente dos Estados Unidos no fim do Século XIX, mandou um recado aos políticos de sua época, e do futuro, alertando sobre os seus atos que visavam enganar o povo.

Mas, parece que a classe, cada vez mais desgastada, não entendeu o sentido da frase e continuam acreditando que enganar o povo ainda é a melhor alternativa para se perpetuar no poder.

A epidemia da corrupção começa com os altos escalões dos governos centrais e, como uma célula maligna, avança e toma conta de toda máquina pública. Como imã de força magnética invertida, onde opostos não se atraem, a máquina faz convergir para o seu centro de comando tudo aquilo que é inútil para o bem coletivo.

Indivíduos sem escrúpulos morais e éticos têm uma atração fatal para o comando. E, nele “rolam e se lambuzam” no mel como formigas invasoras de uma colméia de abelhas indefesas.
O povo, na sua maioria, descrente de tudo opta pelo que lhes parecem “menos ruins”, como se isso fosse possível. Esquece o cidadão comum, que como não existem os “meio-bonzinhos” não existe os “meio-maus”. Ou se é uma coisa ou se é outra.

Em política, principalmente, é preciso que se preste atenção no caráter deste e ou daquele candidato. A história de sua cidade, do seu Estado e do seu país depende do que eles serão baseados no que eles são.
Procure conhecer a sua vida, sua história, sua família e até, se possível, a sua genética política. E, por que não até a sua genética biológica. Uma pessoa com histórico de loucura, safadeza, falta de moral e ética, não será diferente num cargo público.

Se já foi titular de um cargo público, como se comportou? Quais os seus assessores, e igualmente a genética geral (biológica, ética e moral) de todos eles.
Se você não for atento, encherá os órgãos públicos de “chupa-cabras”, “vampiros”, fantasmas e outros tantos seres alienígenas. No fim, você pagará de uma maneira ou de outra pela sua ação e omissão.

A decadência e o progresso de uma cidade estão adstritos a sua ação na hora do voto.
Depois, não ponha a culpa na “praga do padre”!..


Micro e pequenas empresas são responsaveis por 20 mil empregos em Vila Velha


Responsáveis por gerar quase 20 mil empregos formais para as canelas verdes, as micro e pequenas empresas vêm se destacando a cada ano como segmento essencial para o desempenho econômico do município e também como importante mecanismo de desenvolvimento social.
Para que o setor permaneça produzindo bons números às economias vila-velhense, capixaba e brasileira, lideranças nacionais e locais de entidades que representam os micro e pequenos negócios, além de representantes do governo e empresários, estarão em Vitória e Vila Velha, nos próximos dias 18 e 19 para a IX Convenção Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais.
Durante a convenção, serão discutidos meios de fortalecimento do setor e apresentadas experiências que obtiveram bons resultados no país, além de focar em ações para combater a miséria. Nesta segunda-feira, destaque para a palestra de Silas Santiago – Secretário executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional Palestra: O papel do Simples Nacional no Fortalecimento dos Pequenos Negócios. Conquistas e Desafios, que acontece as 16h40, no auditório da PMVV.
Segundo o subsecretário de micro e pequena empresa de Vila Velha, Luiz Felipe Sardinha, no município eles somam total de 21.132 negócios, desde 2009. “Em três anos e alguns meses, conseguimos mais de 20 mil novos negócios para Vila Velha. Esse segmento são um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento dos bairros. Só se destaca no mercado quem estiver disposto a inovar, usando a criatividade.”, pondera.
Sugestões e orientações para quem tem uma ideia e quer transformá-la em oportunidade de ganhar dinheiro são o foco da IX Convenção Nacional das Micro e Pequenas Empresas. O evento contará com painéis temáticos sobre economia solidária, bancos comunitários, empreendedorismo individual e sobre como negócios de menor porte são essenciais para enfrentar a miséria e erradicar a pobreza. Para participar, basta fazer a inscrição gratuita pelo site www.femicro-es.com.br. A expectativa é de que 1.500 pessoas participem do evento.

Pesquisar

Ocorreu um erro neste gadget

De o Osso ao Cachorrinho