5 de jul de 2011

Marketing digital – investimento necessário para as empresas


Muitas empresas têm investido de forma equivocada neste mercado

Por Simone Arrifano
 
Marketing Digital: esta é a nova onda no segmento de comunicação no Brasil que tem gerado empregos com altos salários, em virtude da falta de profissionais capacitados para esta função. As redes sociais como o Facebook, LinkedIn, Youtube e, principalmente o Twitter, são hoje ferramentas estratégicas para pequenas, médias e grandes empresas aumentarem ainda mais seu lucro.

Além disso, aparecer com destaque no Google, maior site de busca do mundo, também é o desafio das empresas que a cada dia têm investido pesado em SEO (Search Engine Optimization) e SEM (Search Engine Marketing), links patrocinados, sites otimizados, entre outras ferramentas que agregam valor à comunicação como uma importante arma para se diferenciar neste mercado cada vez mais competitivo no mundo globalizado.

Entretanto, muitas empresas têm investido de forma equivocada neste mercado digital. Não basta apenas otimizar seu site com uma linguagem que "agrade" ao Google, que é muito mais inteligente do que pensamos, e investir milhares de reais em links patrocinados. A expressão de ordem neste quesito para se obter sucesso é "conteúdo relevante".

Quanto mais informação relevante tiver no site da sua empresa e nas suas redes sociais, mais chance ela terá de aparecer na primeira página do Google, sem necessariamente investir em link patrocinado, ou seja, prender a atenção do seu potencial cliente no seu site por o máximo de tempo possível.

Neste sentido, o Google também vem revolucionando o papel do jornalista, mais especificamente, do assessor de imprensa, que é uma peça chave neste quebra-cabeça tecnológico, principalmente quando o assunto é conteúdo. Hoje há no mercado diversos cursos de SEO voltados para este profissional.

As empresas de assessoria de imprensa mais do que divulgar e garantir que seus clientes estejam na mídia de forma espontânea, precisam ter alguns cuidados na hora de elaborar o material divulgacional (seja para a imprensa ou para as redes sociais da empresa), como usar palavras-chaves no título, no texto, utilizar links, créditos, entre outros, que tragam ainda mais visibilidade para seu cliente na internet.

É preciso que o assessor de imprensa pense da seguinte maneira: se eu fosse procurar pelo serviço/produto que meu cliente oferece como eu realizaria a busca na Internet?

Entretanto, esta é uma realidade ainda distante das assessorias de imprensa e uma das principais dificuldades para os profissionais da área. É preciso pesquisar as palavras-chaves mais usadas, antes de escrever um texto e publicá-lo de acordo com os desejos do Google.

Este é um serviço diferencial que agrega valor ao trabalho do assessor de imprensa, afinal gera mais visibilidade para o cliente. Além disso, para quem contrata uma empresa de assessoria de imprensa é fundamental verificar se o site da mesma é atualizado constantemente, com o material divulgado dos clientes, as matérias publicadas e toda e qualquer informação que agregue conteúdo.

Sendo assim, quer investir em Marketing Digital? Então, lembre-se no processo como um todo, otimização, palavras-chaves filtradas, assessoria de imprensa especializada e muito conteúdo, assim o sucesso é garantido. Faça do Marketing Digital o seu cartão de visita, afinal nem todos os seus potenciais clientes sabem que sua empresa existe e a Internet é o ponto chave da lucratividade.

Partidos políticos são ou não importantes para o funcionamento do sistema político em uma democracia?

Postado por: Dag Vulpi
Recuperado de um debate no grupo "Consciência Política Razão Social" no facebook

Gerson Alberto Rozo Guimaraes 

Partidos políticos são ou não importantes para o funcionamento do sistema político em uma democracia?
Em uma sociedade em que os partidos políticos sejam meramente rótulos formais para o ajuntamento de chefes políticos o poder dos grandes grupos econômicos é maior ou menor na definição dos negócios públicos e, portanto, no direcionamento do dinheiro dos orçamentos públicos de prefeituras, estados e da União?
No Brasil os partidos políticos são representativos de posições e visões políticas da nossa população?
Bem, estas são questões importantes para a orientação do nosso posicionamento acerca da reforma política.
Na lista fechada os filiados, por eleição direta, elegem os nomes e a ordem da composição da lista, a ênfase esta no coletivo e não no individuo. Na lista aberta, como é hoje, a ênfase reside na pessoa, os partidos são fracos.
Na história recente do Brasil o povo escolheu um presidente que antes de eleito durante várias eleições já era o eleito de um partido. Claro, estou falando de Lula e do PT. Foi feliz. Algumas eleições antes o povo votou na pessoa, num indivíduo, sem partido de peso. Estou me referindo a Collor, que fez campanha se proclamando caçador de marajás.
.....................................................................................................................................
Debate Bate Papo no Facebook
.....................................................................................................................................
Edson Parisotto Acredito que o fortalecimento dos partidos seja um avanço democrático. Propostas políticas devem ser feitas por partidos. Devemos votar em partidos, não em pessoas. Sou pela lista fechada.
Mobilização Brasil Acredito também no fortalecimento dos partidos, assim fica muito mais fácil reconhecer ideologias, que são acima de um indivíduo apenas.
Dagmar Vulpi Sou contrário ao sistema de voto em lista fechada, ao menos enquanto não haver uma prévia reforma que obrigue a existência da democracia real dentro dos partidos. O desejável numa democracia é a existência de partidos fortes, com linhas programáticas bem definidas e claras para os cidadãos.
A grande maioria dos atuais partidos políticos do nosso país está sem crédito, motivado por alianças espúrias e por negociatas envolvendo cargos públicos.
São os partidos que representam as demandas e reivindicações coletivas numa sociedade democrática. Os próprios agentes políticos, porém, têm contribuído para desmoralizar suas siglas, valendo-se de qualquer pretexto para trocar de bandeira. 
Victor Prs A lista fechada favorece o mesmo e impede a renovação do partido por gente nova, com idéias novas. 
Dagmar Vulpi A reforma política necessária precisará garantir a ampliação do protagonismo popular.
As propostas programáticas apresentadas e a democracia intra-partidária que tornarão o partido forte ou fraco independente do sistema, seja ele em voto por lista aberta ou fechada.
Dagmar Vulpi O avanço e a consolidação da democracia depende de uma reforma política democrática que assegure, fortaleça e amplie a participação popular nas decisões. O resto são velharias já experimentadas e condenadas que os conservadores, saudosistas de um passado de mando quase ilimitado, teimam em defender com argumentos surrados e falsos. 
Jose Paulo Eu tenho uma posição de até agora não aceitar a lista fechada, por ver argumentos soltos e que não convencem nem os dirigentes partidários , claro que queremos partidos fortalecidos, mais a lista fechada não seria o mecanismo ideal, aprimorar regimentos e regras internas , participação efetiva de filiados nas decisões , não apenas em consultas , eu conheço dirigente que esta com sua mesa a muito tempo nas direções e nunca saem só mudam de lugar, isso ao meu ver não é renovar é perpetuar , imaginem com lista fechada ai que nunca serão trocados mesmo, eu falo de partido progressista, de vanguarda, não de conservadores, essa é a realidade pessoal vamos abrir debates francos , pontuar coisas reais, sem corporativismo partidário, muitas falhas existem e a lista fechada só vai agrava-las.  

Pesquisar

Ocorreu um erro neste gadget

De o Osso ao Cachorrinho